Sucesso

Negócios

O Cérebro de alta performance

Como orientar seu cérebro para resultados e aproveitar todo o seu potencial de realização

Cód.: 011153 Luiz Fernando Garcia

R$ 29,90 Comprar

Compartilhe:

 

descrição

NAS LISTAS DOS MAIS VENDIDOS!

Treine uma mente de alta performance e mude o seu futuro


Todos os dias você toma decisões, e todas elas têm algum nível de importância e poder de definir seu sucesso ou seu fracasso. Entretanto, quanto dessas decisões é consciente e racional? Quantas vezes perdemos o controle das situações e acabamos agindo por impulso, causando impressões erradas sem perceber? Você tem certeza de que sua percepção está alinhada com a realidade e que consegue usufruir do melhor das oportunidades?


A alta performance da mente pode mudar o resultado de seus projetos e planos, e ela só depende de treinamento para ser alcançada. O segredo para usar o potencial total do aparelho mental está no treino das capacidades atribuídas ao nosso cérebro, e principalmente ao córtex pré-frontal, no qual o processo de julgamento de nossas decisões acontece.


Ao controlar o juiz de nossas atitudes, somos donos de nossas percepções – e também das impressões que causamos nos outros, seja em uma apresentação, em um primeiro encontro ou em uma reunião decisiva. Descubra o poder da orientação para resultados e caminhe com Luiz Fernando Garcia pelos tesouros que você sequer imaginou que guardava.

Baixar primeiro capítulo

Dados técnicos

  • Gênero: Sucesso/Negócios /Carreira /Gestão
  • Formato: Brochura
  • Número de Páginas: 216
  • ISBN: 978-85-7312-908-3
  • Ano: 2013

Livros Relacionados

  • Comentários (0)
  • Escreva seu comentário

    Páginas:

    Release

    O Cérebro de Alta Performance e o treinamento da plasticidade cerebral

    Aprender novos processos e abrir novos caminhos neurais, com treinamentos práticos, é a proposta do mais recente livro de Luiz Fernando Garcia

    É possível estimular o córtex pré-frontal, que é o juiz das decisões que tomamos, e o último degrau evolutivo do cérebro, para mudarmos comportamentos e padrões arraigados e, assim, tomarmos decisões que realmente sejam mais efetivas em nossas vidas. Por meio do controle tanto da nossa percepção como daquelas que os outros têm de nós – e que é julgada pelo córtex em apenas alguns segundos – o cérebro começa a desenvolver novas sinapses e, com exercícios constantes, o aprendizado prático se dará com um comportamento que realmente vai ao encontro dos nossos anseios e vontades legítimas, não corroborando mais os caminhos antigos que a mente humana utilizava para chegar a decisões que eram condicionadas pelas experiências e funções biológicas.   

    A proposta de O Cérebro de Alta Performance, lançado pela Editora Gente, é “compreender que temos em nossa cabeça um equipamento poderosíssimo, que orquestra nossas escolhas e nossas reações e faz com que exista um modo de agir a partir de sistemas que se interligam como uma rede e que determinam padrões de comportamento de natureza inconsciente. E entender que há um sistema que estabelece, através das estruturas que criamos, redes neurais que determinam nosso futuro e nossas decisões”, explica o autor.

    Sem entrar na neurofisiologia de forma acadêmica, o livro traz informações sobre o funcionamento do cérebro e a sua evolução até o córtex pré-frontal para, em seguida, introduzir o leitor na conduta empreendedora e sua relação com o córtex, onde são reveladas as características que compõem uma pessoa orientada para resultados, as diferenças entre conduta e personalidade empreendedora, e a análise da mesma.

    Uma vez estabelecidos os conceitos, O Cérebro de Alta Performance parte para tópicos e exercícios de visualização e de observação dos desafios diários para o estabelecimento de focos e estruturação de mapas de percurso, seguidos pelo estabelecimento de drive – estar no comando da situação e da própria motivação – e de expectância – capacidade que um indivíduo tem de se comprometer com as próprias expectativas e com as expectativas que gera para terceiros.

    A partir desses conceitos o autor traz exercícios que visam gerar novas sinapses, aprimorando o treinamento cerebral.

    Ao final, o autor descreve a importância da tolerância à incerteza ao trabalharmos em condições arriscadas e admitirmos que algo tanto pode dar certo como pode dar errado e recomenda: “quando o erro acontecer, confronte-o. Em vez de tentar esconder, traga-o para a luz, chame as pessoas envolvidas e fale de cada problema. Uma análise mais racional de perdas e ganhos no momento da escolha passa a levar a sua mente a acreditar nela”.